Terça, 11 de Maio de 2021 14:46
75 9 9842 0146
Curiosidades/Inusitado Justiça

Justiça obriga casal homoafetivo a devolver bebê adotado

Suposta madrinha da bebê reivindica guarda

04/03/2021 18h33
33
Por: Gabriel Dallas Fonte: Folhapress
Justiça obriga casal homoafetivo a devolver bebê adotado

O Tribunal de Justiça do estado de Goiás determinou que um casal de homossexuais devolva uma bebê de 11 meses adotada a uma mulher que se diz madrinha da criança. O caso tem sido exposto pelos dois homens, Juliano Peixoto de Pina e Johnatan Pereira de Araújo, por meio de vídeos nas redes sociais.

No próximo dia 15, um novo julgamento está marcado para definir o destino da menina Thays Veiga Miranda Lopes. A mãe biológica da criança é dependente química.

Segundo a mulher que reivindica a guarda de Thays, ela ficou responsável pela bebê desde que esta nasceu, por quase dois meses. Esta convivência foi registrada em relatórios do Conselho Tutelar.

No entanto, Juliano e Johnatan afirmam que a suposta madrinha é classificada como “família acolhedora”, o que significa que a mulher cuidava da bebê temporariamente, até que uma família passasse pelo trâmite formal para adotar a criança. A mulher nega.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.