Sábado, 18 de Maio de 2024 16:15
75 9 9702 9169
Polícia Salvador

Suspeito de explorar pornografia infantil na internet é preso em ação do Ministério da Justiça

Homem foi detido em flagrante no bairro de Águas Claras

16/05/2024 08h15 Atualizada há 2 dias
Por: Karoliny Dias Fonte: Bahia.Ba
Foto: Polícia Civil da Bahia
Foto: Polícia Civil da Bahia

Um homem suspeito de explorar pornografia infantil na internet foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira (16) no bairro de Águas Claras, em Salvador. Ele foi alvo de uma ação nacional deflagrada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) em parceria com a Polícia Civil da Bahia. O nome do suspeito não foi divulgado.

Durante as diligências, investigadores apreenderam equipamentos eletrônicos com materiais pornográficos. As imagens dos dispositivos serão analisadas e juntadas a outros elementos que colaborem com a apuração acerca da exploração sexual de crianças e adolescentes no ambiente virtual.

Realizada desde o início de maio, a Operação Caminhos Seguros visa intensificar ações em campo por meio de mandados judiciais, um deles cumprido no município de Jequié.

Na ação mais recente, no último dia (3), um casal foi preso por manter uma adolescente em uma casa de prostituição no bairro de Itapuã, na capital baiana. O imóvel foi fechado após resgate da jovem.

A operação faz alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

Integram a força-tarefa a Secretaria Nacional de Segurança (Senasp), a Coordenação de Operações de Polícia Judiciária (Copj) e o Departamento de Proteção à Mulher, Cidadania e Pessoas Vulneráveis (DPMCV), por meio da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e ao Adolescente (Dercca).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.