Domingo, 03 de Julho de 2022 17:12
75 9 9842 0146
Polícia Prisão

Feminicida é preso menos de 24 horas após matar ex-companheira

O suspeito estava escondido em Petrolina, no estado de Pernambuco.

18/06/2022 09h05
Por: Karoliny Dias Fonte: SSP/ BA
Foto: Heackel Dias | Ascom PC
Foto: Heackel Dias | Ascom PC

Com histórico violento, o autor da morte de Jéssica Gabino Barboza, 30 anos, que aconteceu na quarta-feira (15), no município de Sobradinho, norte do estado, foi preso em menos de 24 horas após o crime. Captura aconteceu na quinta-feira (16), após o trabalho integrado das Polícias Civil e Militar da Bahia e a Polícia Militar do Estado de Pernambuco.

O levantamento de informações realizado pelo setor de inteligência da Delegacia Territorial (DT) de Sobradinho, com apoio das equipes da 17ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Juazeiro), identificou que o suspeito estava escondido em Petrolina, no estado de Pernambuco. 

Conforme a titular da 17ª Coorpin, delegada Lígia Nunes Sá, o homem de 34 anos, que era ex-companheiro de Jéssica, foi encontrado no Bairro Antônio Cassimiro, quando tentava fugir.  

“Ele estava escondido na casa do pai e se preparava para fugir. Acionamos outras equipes para o suporte e fomos até a localidade e o encontramos”, detalhou a delegada, lembrando que, em todo o momento, o pai do autor tentava escondê-lo.

As equipes tiveram apoio de policiais da 96ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Sobradinho) e do Batalhão Especializado Integrado (Biesp) da PMPE.

Após ser capturado, o homem foi levado para a DT onde foi autuado por feminicídio e segue à disposição da Justiça.

Entenda o caso

Segundo a delegada, a vítima já estava separada há seis meses do ex marido . Ele não aceitava o fim do relacionamento e golpeou a vítima em via pública. Para não ser preso, o homem fugiu do local.

“Os familiares dela relataram que a mulher sofria maus tratos constantemente, mas não queria denunciá-lo por conta dos dois filhos que tem com ele”, contou. Os policiais iniciaram as diligências assim que foram acionados.

 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.