Quinta, 18 de Julho de 2024 01:48
75 9 9702 9169
Anúncio
Política Brasil

Deputados lamentam retirada do Viagra da lista de medicações isentas de tributação

Durante apresentação de parecer da regulamentação da reforma tributária, parlamentares deram um sonoro ‘óóóó’ quando o fim da isenção foi anunciado.

05/07/2024 08h21
Por: Karoliny Dias Fonte: Bahia.Ba
Foto: Bruno Spada/Câmara dos Deputados
Foto: Bruno Spada/Câmara dos Deputados

Durante apresentação de parecer do grupo de trabalho da Câmara dos Deputados sobre a regulamentação da reforma tributária, nesta quinta-feira (5), parlamentares lamentaram a exclusão de uma medicação em especial da lista dos isentos de impostos: o Viagra.

Conforme Lauro Jardim, no O Globo, quando o grupo anunciou que o citrato de sildenafila, mais conhecido como Viagra, seria taxado, ouviu-se um sonoro “óóóó” no plenário predominantemente masculino. Na sequência, os deputados deram risada.

Ainda segundo a publicação, caso seja aprovada a taxação do medicamento, que hoje é isento, ele passará a ter tributação estimada em 26,5%.

O citrato de sildenafila é popularmente conhecido por tratar da disfunção erétil, mas também é indicado para combater a hipertensão pulmonar, além de ter outros usos de forma off label.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.