Sexta, 21 de Junho de 2024 00:53
75 9 9702 9169
Cultura Crônica da semana

A Arbitragem brasileira e a manipulação de resultados

Por Alberto Peixoto

18/05/2024 09h18
Por: Karoliny Dias Fonte: Alberto Peixoto
Foto: Thaís Magalhães/CBF
Foto: Thaís Magalhães/CBF

A arbitragem no futebol brasileiro tem sido um tema de intensa discussão e controvérsia. Frequentemente apontada como uma das principais deficiências do esporte no país, a qualidade da arbitragem é criticada tanto por torcedores quanto por profissionais envolvidos no jogo. Essas críticas geralmente se concentram na inconsistência das decisões, na percepção de falta de preparo técnico e físico dos árbitros, e na suspeita de parcialidade ou influência externa.

Um dos principais problemas enfrentados pela arbitragem brasileira é a falta de investimentos para treinamento e desenvolvimento dos árbitros. Diferentemente do que ocorre em ligas europeias, onde os árbitros são profissionais e dispõem de amplos recursos para aprimoramento, no Brasil, a maioria dos árbitros divide seu tempo entre a arbitragem e outras profissões. Isso limita significativamente as oportunidades de treinamento e o desenvolvimento de habilidades específicas, impactando diretamente na qualidade das partidas.

Além disso, a pressão exercida por clubes, torcidas e mídia é um fator que frequentemente afeta o desempenho dos árbitros. A imensa paixão pelo futebol no Brasil gera um ambiente de alta expectativa e debates, onde cada erro de arbitragem é amplamente debatido e criticado. Essa pressão constante pode levar à insegurança e erros em campo, perpetuando um ciclo de críticas e questionamentos sobre a integridade do futebol brasileiro.

Diante desses desafios, é essencial que haja investimentos em formação, tecnologia e suporte psicológico para os árbitros, visando elevar o padrão de arbitragem e restaurar a confiança no julgamento das partidas.

Atualmente, John Textor, dono da SAF do Botafogo do Rio de Janeiro, acusou a arbitragem brasileira de estar prejudicando não só o Botafogo de Futebol e Regatas, como todos os outros clubes brasileiros. Informou ainda que a Sociedade Esportiva Palmeiras estava sendo beneficiada principalmente pelo árbitro Raphael Claus. Foi instalada uma CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito – para apurar as possíveis manipulações de resultados, mas a investigação na Câmara pode ir mais longe.

Por Alberto Peixoto

2 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Fabricio LinardHá 1 mês Feira de Santana - BaFalta investimento e na minha opniao modesta, o que falta mais é retidão e honestidade. Erros grosseiros, que nem árbitro de várzea comete. Hoje tem dia tem um VAR vê e revê o lance. Não justifica tantos erros prejudicando tantos e beneficiando poucos. O amigo Renato, se ler mais, via que o mais beneficiado nos últimos anos foi o Palmeiras.
Renato Há 1 mês Feira de Santana Depois que trocaram a equipe dos dois primeiros anos do varmengo. Com imensa contribuição ao clube rendendo dois títulos. O Flamengo nunca mais ganhou nada.
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.