Domingo, 03 de Julho de 2022 18:23
75 9 9842 0146
Bahia Agricultura

Secretário fala sobre Caravana Parceria Mais Forte Juntos para Alimentar a Bahia

Jeandro Laytynher Ribeiro falou sobre os investimentos feitos no estado no valor de R$ 2,9 bilhões.

17/05/2022 12h54
Por: Karoliny Dias Fonte: Boca de Forno News
Foto: Boca de Forno News
Foto: Boca de Forno News

Foi lançado, nesta terça-feira (17), às 9h, no Hotel Ibis, a Caravana Parceria Mais Forte Juntos para Alimentar a Bahia, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), do Governo do Estado. O secretário Jeandro Laytynher Ribeiro afirmou que são R$ 2,9 bilhões aplicados em agricultura familiar no estado com mais de 130 mil famílias beneficiadas.

Outros territórios serão também terão a visita de equipes da Secretaria falando sobre os investimentos que foram feitos em cada região nos últimos sete anos. “É uma prestação de contas desse total de investimentos e ainda uma grande escuta. Rui nos autorizou a lançar uma chamada pública de assistência técnica e inspeção rural com R$ 240 milhões aplicados e ainda a celebrar dois novos acordos de empréstimos com mais R$ 300 milhões de dólares para os próximos cinco anos. Isso traz uma nova modelagem de fazer gestão pública, escutando, ouvindo, dialogando e executando conjuntamente com a sociedade beneficiada”.

As pessoas fazem os seus projetos, eles são qualificados e os executa. Por isso a diversidade de produtos que estão sendo vendidos na atualidade. “A construção para a agricultura familiar nunca vista na história da Bahia é para que consigamos a priorização do setor. Por isso estamos com tanto investimento”.

Recôncavo Baiano

Nessa região, segundo o secretário, existem duas intervenções que precisam ser destacadas. Uma delas é uma ação com um consórcio público com a participação dos prefeitos da região para kits produtivos de mandioca, leite. “O investimento nesse território ultrapassa a casa dos R$ 50 milhões. Investimentos esses que são estruturantes. É a assistência técnica entrelaçada com os investimentos produtivos e créditos”.

Esses investimentos dinamizam ainda as economias dos municípios porque o agricultor gasta dentro de suas cidades com o que precisa. “Quando fazemos investimentos na agricultura familiar, estamos impactando diretamente o comércio local”.

Agronegócio x Agricultura familiar

Jeandro disse que um complementa o outro. O agronegócio, ressalta o secretário, é muito forte no extremo-sul e oeste da Bahia e são necessários. “A Bahia está entre os principais produtores de trigo, produto que está em falta agora. Assim como a produção da soja. Somos ainda o maior produtor de algodão. São importantes, necessários, mas agricultura familiar merece um carinho especial porque estamos falando de 77% dos 740 mil estabelecimentos rurais do estado”.

Por isso, o secretário acredita que é necessário não apenas produzir como também estimular a comercialização desses produtos.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.