Quinta, 18 de Julho de 2024 01:38
75 9 9702 9169
Anúncio
Geral Rússia x Ucrânia

Presidente ucraniano lamenta que seu país foi deixado "sozinho"

Zelensky indicou que pelo menos 137 ucranianos morreram durante o primeiro dia da ofensiva russa.

25/02/2022 09h07
Por: Karoliny Dias Fonte: A Tarde
Presidente também decretou uma mobilização militar geral para tentar conter a ofensiva russa - Foto: AFP
Presidente também decretou uma mobilização militar geral para tentar conter a ofensiva russa - Foto: AFP

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, lamentou nesta quinta-feira, 24, que seu país foi deixado "sozinho" para se defender contra a invasão russa, que já deixou 137 mortes nas primeiras 24 horas.

"Nos deixaram sozinhos para defender nosso Estado", afirmou Zelensky em um vídeo publicado na conta presidencial.

"Quem está disposto a lutar conosco? Não vejo ninguém. Quem está disposto a dar à Ucrânia uma garantia de adesão à Otan? Todos estão com medo", lamentou.

O presidente indicou que pelo menos 137 ucranianos, "137 heróis", morreram durante o primeiro dia da ofensiva russa e que 316 ficaram feridos durante os confrontos.

Zelensky também decretou uma mobilização militar geral para tentar conter a ofensiva russa que, a menos de 24 horas de seu início, está perigosamente próxima da capital Kiev.

"Recebemos informações de que grupos de sabotagem inimigos entraram em Kiev", alertou Zelensky, pedindo aos cidadãos que estejam vigilantes e respeitem o toque de recolher.

O presidente indicou que ele e sua família permanecem na Ucrânia, embora Moscou o tenha identificado como o "alvo número um".

"Querem destruir politicamente a Ucrânia destruindo seu chefe de Estado", lamentou.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.