Quarta, 20 de Outubro de 2021 00:25
75 9 9842 0146
Educação Conscientização

Ações de valorização da vida marcam o Setembro Amarelo nas escolas estaduais

A SEDUC tem incentivado a realização de atividades nas unidades escolares voltadas ao debate sobre a prevenção do suicídio, focado no cuidado com a vida.

22/09/2021 08h25
23
Por: Karoliny Dias Fonte: ASCOM/SEDUC
Foto: ASCOM/SEDUC
Foto: ASCOM/SEDUC

Em referência à campanha do Setembro Amarelo, a Secretaria da Educação do Estado da Bahia tem incentivado a realização de atividades nas unidades escolares voltadas ao debate sobre a prevenção do suicídio, focado no cuidado com a vida. No Colégio Estadual de Ourolândia, por exemplo, a comunidade escolar desenvolveu um projeto interdisciplinar com o tema ‘Valorizando a vida e suas diversas possibilidades de sentido’. Já no Colégio Estadual Wilson Lins, em Valente, o grêmio estudantil promoveu uma semana de acolhimento psicológico.

As atividades no Colégio Estadual de Ourolândia envolvem debates, exposições fotográficas e feira artística literária, visando estimular nos estudantes o autoconhecimento e o autocuidado, com foco na sua saúde física e emocional. “Na disciplina Projeto de Vida, elaboramos um plano de ação para uma intervenção social e estimulei em sala de aula uma discussão sobre a valorização da vida, do buscar a felicidade nas coisas simples. Em seguida, os orientei a elaborar um plano de ação para esta causa e eles elaboraram vários projetos interessantes”, conta a professora Geovana Souza, citando, por exemplo, o plano sobre a autovalorização e o questionamento sobre os padrões de beleza impostos e o projeto de acolhimento para meninas com frases motivacionais no banheiro feminino e oferta de absorventes e a campanha ‘Valorize a vida; vacina sim’.

A estudante Maria Luiza Silva Soares, 15, 1º ano, comentou sobre a importância da iniciativa do seu colégio para a comunidade escolar. “É de suma importância falarmos deste assunto, que tem um foco maior no mês de setembro, dando mais visibilidade a este problema sério, que é o suicídio. Na nossa escola, a gente realiza vários projetos, não somente sobre este tema, mas no momento estamos trabalhando em torno desta reflexão. Os projetos da escola são muito importantes para espalhar a mensagem de que podemos contar um com o outro para conversar sobre a importância da vida e que devemos confiar no outro para falar o que passa em nossas cabeças, sem medo de ser julgado”.

No Colégio Estadual Wilson Lins, a equipe do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor da Secretaria da Educação , com o apoio da psicóloga Daiane Lima, contribuiu com as atividades organizadas pelo grêmio estudantil da unidade escolar. A coordenadora pedagógica, Suzanne Sales, conta que a entidade estudantil buscou alternativas de acolhimento para os alunos. “Em um ano tão difícil, a Semana de Acolhimento Psicológico envolveu diversas ações para que os estudantes se sentissem envolvidos e acolhidos”. Dentre as atividades, destaque para a palestra com a psicóloga Marília, coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do município; aulas de Reiki e Yogaterapia; e balcão de atendimento psicológico voltado aos estudantes. A culminância do Setembro Amarelo na escola se deu na última sexta-feira (17), com carreata e palestra.

A campanha Setembro Amarelo é promovida por meio do Programa de Atenção à Saúde e Valorização do Professor da Secretaria da Educação, em parceria com a Escola de Saúde Pública da Bahia (ESPBA), da Secretaria da Saúde (Sesab). O objetivo é fortalecer ações de escuta e cuidado para a prevenção do problema junto à comunidade escolar.

Durante todo o mês, são realizadas diferentes atividades, a exemplo de palestras virtuais. Nesta quarta-feira (22), às 9h, por exemplo, acontecerá a segunda palestra virtual sobre o ‘Papel da escola na prevenção ao suicídio entre crianças e adolescentes’. A atividade será ministrada por Fernanda Melo, psicóloga clínica e educacional. Os interessados devem realizar inscrição, através do endereço https://bit.ly/setembroamareloespba2209.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.