Terça, 16 de Agosto de 2022 18:49
75 9 9702 9169
Política Sessão Solene

Jurandy Carvalho reclama da falta de assistência ao homem do campo de Feira de Santana

Vereador diz que sessão será realizada para a comemoração do Dia do Agricultor e discutirá questões relacionados ao homem do campo.

29/07/2022 13h03
Por: Karoliny Dias Fonte: Boca de Forno News
Foto: ASCOM / Câmara Municipal
Foto: ASCOM / Câmara Municipal

O vereador Jurandy Carvalho afirmou que será realizada uma sessão solene, na próxima segunda-feira (1), às 8h30, na Câmara Municipal de Feira de Santana, para comemorar o Dia do Agricultor, celebrado no dia 28 de julho. A data foi instituída em 1960, pelo presidente Juscelino Kubitschek com o objetivo de comemorar os 100 anos do Ministério da Agricultura.

Na sessão, o vereador pretende ainda discutir assuntos provenientes da agricultura familiar da agricultura e da realidade que vive hoje o homem do campo. Apesar de muita chuva e do tempo bom, ressalta o vereador, os agricultores da região de Feira de Santana continuam sendo penalizados pela falta de assistência técnica e agrícola, principalmente no que diz respeito a maquinário tanto por parte do município, como também por parte do Governo do Estado.

“Nós ainda não temos a atenção devida e merecida, já que o homem do campo é o combustível da cidade. É ele quem coloca a comida na mesa do povo brasileiro e essas pessoas tem que ser bem tratadas. Infelizmente no Brasil ainda não são bem tratados”, reclamou.

Foram convidados a sindicalista Maria Conceição Borges Ferreira, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Feira de Santana, a Secretaria de Agricultura, e principalmente os agricultores. “Convido a todos os meus amigos agricultores para discutirmos o nosso campo, o que é bom e o que é ruim para tentarmos melhorar”.

Jurandy disse que tem colocado para o Governo Municipal desde o primeiro dia de seu mandato como solucionar a as questões do campo, principalmente na região de Feira de Santana. “Temos o distrito de Ipuaçu com um potencial enorme para piscicultura, para agricultura irrigada, mas precisa ser feita análise de solo, ter uma assistência nesse primeiro momento ao agricultor. Temos o distrito de Jaguara com dois grandes rios que é o Rio do Peixe e o Rio Jacuípe, onde pessoas ainda passam dificuldade. Temos o distrito de Tiquaruçu, que tem água em seu subsolo e que precisa ser dado assistência aos produtores para dizer a eles qual é a melhor cultura que que se adequa ao local”, destaca.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.