Quarta, 18 de Maio de 2022 04:02
75 9 9842 0146
Bahia Visita

Rui Costa inaugura Sistema de Abastecimento de Água em Amélia Rodrigues

Em entrevista coletiva, o governador falou sobre Hospital de Itaberaba, manifestação dos moradores da comunidade do Areal, segurança pública e pesquisas para o Governo do Estado.

12/05/2022 16h02 Atualizada há 5 dias
Por: Karoliny Dias Fonte: Boca de Forno News
Fotos: Boca de Forno News
Fotos: Boca de Forno News

O governador Rui Costa inaugurou, nesta quinta-feira (12), a 1ª etapa da obra de ampliação do Sistema Integrado de Abastecimento que fornece Água (SIAA) para os municípios de Amélia Rodrigues, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Teodoro Sampaio e Terra Nova. Rui fez ainda a entrega da rede para abastecimento do povoado de Canto Verde, em Amélia Rodrigues.  

A obra representou um investimento de mais de R$ 56 milhões da Embasa e Governo do Estado na região, contemplando a implantação de novas adutoras e subadutoras, redes de distribuição, estações de bombeamento, além da ampliação da estação de tratamento de água de Amélia Rodrigues.  O volume de água fornecido para os municípios foi duplicado, beneficiando mais de 100 mil pessoas. "É um ganho importante para a população que passou a ter mais água e com mais regularidade em suas casas”, destacou o gerente regional da Embasa, Euvaldo dos Santos Neto.  

Além das inaugurações, o governador também vai assinar ordens de serviço para início das obras da 2ª etapa de ampliação do SIAA de Amélia Rodrigues, visando melhorar ainda mais o atendimento aos municípios de Conceição do Jacuípe e Coração de Maria, e para implantação da rede que vai atender as localidades de Sapé, Amparo, Deiró e Picado, em Conceição do Jacuípe e Cambota, Ferrubia, Ninho da Gata e Comissário, em Coração de Maria. Também vai autorizar a licitação para 3ª etapa da ampliação do SIAA que vai beneficiar os municípios de Teodoro Sampaio e Terra Nova.  

Em entrevista coletiva, Rui ressaltou que só hoje, em ordem de serviços, somou-se o valor de mais de R$ 86 milhões de investimento em água não apenas para Amélia como também para mais cinco cidades vizinhas. “É um grande investimento inclusive com uma adutora que traz água da Barragem de Pedra do Cavalo para reforçar o abastecimento pelo programa Água Para Todos”.

Existe ainda o investimento em uma escola para a cidade de Amélia Rodrigues que Rui espera que em junho esteja pronta. “Uma escola de grande porte com 24 salas, piscina, campo, laboratórios, biblioteca. Uma escola de primeiro mundo para as crianças e jovens estudarem”. Foi feito ainda investimentos em vias urbanas da cidade.

Entrevero entre a Via Bahia e ANTT prejudicando moradores do Areal

Sobre o caso dos moradores do Areal, da cidade de Amélia Rodrigues, que estão sem acesso ao bairro por causa de um entrevero entre a Via Bahia e a ANTT, Rui disse que o que pode fazer está fazendo. “É pedir voto para Lula para que no próximo ano possamos ter governo que ajude ao povo e denunciar na imprensa essa situação. Esse governo não faz nada e não dialoga com ninguém. Infelizmente não tem nada que possa fazer para ajudar”.

Hospital de Itaberaba

Sobre o Hospital Municipal de Itaberaba e a possibilidade de o Governo do Estado assumi-lo, Rui disse que ele estava fechado há 15 anos. Com investimento de aproximadamente R$ 30 milhões entre obras e equipamentos, o Hospital Regional de Itaberaba (HRI), foi totalmente reformado e ampliado, ganhando ainda 10 leitos de UTI adulto. O problema, conforme o governador Rui Costa, é que a unidade está pronta, mas a Prefeitura, até o momento, não colocou em operação.

“O prefeito pediu para que fizéssemos essa parceria e foi feito o investimento. Está pronto para funcionar e o prefeito me relatou dificuldades do município. A cidade tem saúde plena e recebe todos os recursos diretamente do SUS para alta complexidade. Eu respondi para ele que temos um limite para fazer repasses porque o município tem saúde plena. Disse a ele que, caso ele desejasse, nós poderíamos assumir e transformar o hospital em Hospital Estadual. Depende de o prefeito enviar para a Câmara de Vereadores o repasse do hospital para o Estado. Se ele fizer isso assumo imediatamente e coloco para funcionar às custas do Governo do Estado da Bahia”, explicou.

Segurança pública

Sobre essa área, o governador disse que a oposição não tem moral e nem investimentos para falar de segurança pública no estado da Bahia. “Na época que o DEM e o PFL governavam a Bahia, os policiais tinham que empurrar o carro seja porque não tinha gasolina ou porque quebravam. Desafio qualquer um a comprovar quem fez um investimento maior que o nosso governo na história da Bahia em segurança pública. Em concurso pública, compra de armamento, viaturas, equipamentos, delegacias. Só em delegacias temos um volume de R$ 300 milhões. Fora o que já foi inaugurado”, disse.

O governador disse ainda que nos governos do PT, delegados nunca foram usados para fazer grampos e ouvir conversa de ninguém, seja familiar, seja político. “Em nosso governo, apartamento de senador e ex-governador ainda não foi invadido e assaltado. Essa história é conversa fiada, oportunismo eleitoral e nós estamos prontos para o debate. É só comparar. Essas pessoas subestimam a capacidade de raciocínio da população. Ganhei em 2014 fazendo comparação”, disse.

Sobre a fala do pré-candidato ao governo do estado João Roma, de que o Governo Federal teria destinado R$ 90 milhões para a segurança pública da Bahia e que ele só teria gasto R$ 20 milhões, Rui disse que acha que o ex-ministro está se esforçando. “E ele, coitado, tem que se esforçar muito para defender o presidente da República porque ele tem uma rejeição na Bahia de quase 80%. Perguntem a ele na próxima entrevista sobre uma obra importante que o Governo Federal planejou e iniciou na Bahia na próxima entrevista”.

O governador chamou ainda de ridículos os números que ele apresenta. “Primeiro porque secretário já o desmentiu através de uma nota. Segundo que o orçamento da segurança pública por ano são R$ 6 bilhões. Em quatro anos, são R$ 24 bilhões. E ele vem falar de R$ 90 milhões. João Roma deveria ter vergonha de falar que em quatro anos o Governo Federal só ajudou a Bahia com R$ 90 milhões”.

Rui esclareceu ainda que esse dinheiro não veio por decisão do presidente Jair Bolsonaro, mas como emenda parlamentar dos deputados da Bahia.

Veja a nota abaixo:

A Secretaria da Segurança Pública esclarece que as declarações do atual Ministro da Justiça e Segurança Pública sobre falta de investimentos na Bahia não procedem. Diferente do afirmado por ele durante entrevista ao Brado Jornal, dos R$ 88 milhões repassados ao estado da Bahia, R$ 28,3 milhões permanecem bloqueados, no aguardo de análise e aprovação do MJSP dos planos de aplicação propostos pelo Estado. Desde a criação do Fundo Nacional de Segurança Pública, em 2019, só foram destinados, até agora, cerca de R$ 60 milhões.

Deste valor, aproximadamente 50% já foram investidos. Os demais 50% são executados dentro do prazo de vigência dos termos de adesão. A pasta continua aguardando a aprovação dos planos de aplicação enviados ao MJ e pede celeridade.

A SSP reforça que, independentemente do recurso do Fundo Nacional, o Governo da Bahia tem realizado o maior investimento em Segurança Pública da história. Mais de R$ 660 milhões estão sendo executados em tecnologia, através da expansão do Sistema de Reconhecimento Facial. Também está em execução o Plano de Modernização das Estruturas de Segurança Pública, onde são investidos cerca de R$ 260 milhões na construção de novas sedes, reformas e manutenção de unidades policiais e do Corpo de Bombeiros.

Descriminalização das drogas

O secretário de Segurança Pública da Bahia, Ricardo Mandarino, se posicionou defendendo a regulamentação do comércio de drogas leves no Brasil, além de criticar a política de "guerra às drogas" adotada pela polícia, que segundo ele, seria equivocada. Embora não cite nenhuma específica, pelo discurso e exemplos citados, Mandarino fazia referência à maconha.

Rui ressaltou que essa é uma opinião pessoal do secretário, que é ex-juiz federal, e que ele tem o direito de dá-la como cidadão. Rui disse que é a favor de um debate sobre a questão das drogas e segurança pública que precisa ser nacionalizada.

“Nenhum lugar sério do mundo delega aos estados cuidar do tráfico de drogas e de armas. Essas são tarefas de cada país. No Brasil precisamos fazer urgente um debate amplo sobre esse assunto. Em todos os estados brasileiros 75% das mortes violentas, de forma direta ou indireta, tem relação com o tráfico de drogas. Ou é usuário que não pagou, atravessador que ia entregar em um lugar e não entregou, ou a disputa de gangues por pontos de comércio de drogas”.

Aumento

A Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) aprovou reajustes salariais de 4% para os servidores dos tribunais de contas do Estado (TCE-BA) e dos municípios (TCM-BA), do Tribunal de Justiça (TJ-BA) e do Ministério Público (MP-BA), nesta quarta-feira (11). Rui afirmou que esse aumento é o mesmo dado aos funcionários do Executivo Estadual. “Provavelmente eles já receberão o aumento no mês que vem, caso já venha a ser sancionado. Demorou porque os poderes não enviaram antes os seus aumentos”.

Pesquisas para o Governo do Estado

Sobre as pesquisas que vem sendo divulgados, em que colocam ACM Neto como vencedor, Rui disse que todos já conhecem a sua posição sobre o assunto.  Ele disse que não se preocupa com elas porque, ao longo dos meses, o povo vai conhecendo e analisando os candidatos e vai decidindo.

“Se eu acreditasse em pesquisa não estaria no Governo do Estado hoje. Quando comecei, eu tinha 4% e meu adversário 68% nas pesquisas. Muitos riam quando eu dizia que ganharia a eleição e ganhei as duas no primeiro turno. Pesquisa é bom para quem produz porque fatura e ganha dinheiro com ela. Candidato que tem coragem e sabe que vai ganhar não pode se preocupar com elas”.

BA que liga São Félix a Maragogipe

A recuperação da BA-420, que liga São Félix a Maragogipe, já foi licitada, garante o governador Rui Costa.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.