Quarta, 22 de Setembro de 2021 07:44
75 9 9842 0146
Feira de Santana Acusação

Gestões federais e estaduais do PT não investiram na zona rural de Feira, afirma vereador

Acusação é do vereador Luiz Augusto de Jesus [Lulinha] (DEM)

10/09/2021 01h54
16
Por: Fonte: ASCOM CMFS
Gestões federais e estaduais do PT não investiram na zona rural de Feira, afirma vereador
Tanto os ex-presidentes Lula (PT) e Dilma Rousseff (PT), como os governos estaduais liderados por gestores do mesmo partido, não investiram na zona rural de Feira de Santana. A afirmativa é do vereador Lulinha (DEM), que critica a falta de iniciativas que beneficiem os agricultores, pequenos produtores, a educação, a segurança e a saúde nos oito distritos feirenses e em suas comunidades. Na sessão de quarta-feira (08), o parlamentar concluiu que, ao contrário de elaborar projetos que contribuam para o desenvolvimento da zona rural do município, estes governos “abandonaram Feira de Santana”.
 
 
“Quero que alguém me diga qual foi o benefício que chegou para a zona rural de Feira de Santana com o governo do PT, que aí estava há 15 anos. Quais foram os programas criados para ajudar o agricultor e lavrador? Qual foi a escola estadual construída na zona rural de Feira de Santana?”, questiona Lulinha. O vereador também afirma que, neste período, foi implantado o Sistema de Regulação, que chama de “fila da morte”; a distribuição de sementes de milho e feijão foi suspensa e não foram construídos equipamentos do âmbito da saúde por iniciativa Federal e Estadual.  
 
 
Quanto às atuais gestões, ele afirma: “hoje, criticam o Governo Federal e Municipal e esquecem de criticar o Governo do Estado, que abandonou Feira de Santana, abandonou o Centro de Convenções, não construiu o grande hospital prometido, o Complexo Investigador Bandeira está abandonado e a abóbora do Amélio Amorim está acabada”.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.