Quarta, 22 de Setembro de 2021 07:48
75 9 9842 0146
Feira de Santana Fernando Torres

Governistas estão insatisfeitos com a presidência de Torres e querem impeachment

Fernando Torres vai continuar administrando com rigor e honestidade

08/09/2021 22h24 Atualizada há 2 semanas
106
Por: Fonte: ASCOM CMFS
Governistas estão insatisfeitos com a presidência de Torres e querem impeachment
“Fiquei sabendo que sete vereadores estão insatisfeitos com a minha presidência aqui nesta Casa e, por isso, querem entrar na justiça para me retirar da administração”. A declaração é do vereador Fernando Torres (PSD), que discursou a respeito do assunto na tribuna da Casa nesta quarta (8). Fernando garantiu que continuará administrando a Câmara com rigor e tratando o dinheiro público com honestidade.
 
“Estou bastante surpreso com as notícias, porque a nossa administração é baseada na honestidade e no rigor; em alguns momentos somos duros, mas porque, às vezes, a gente nega que o carro da Câmara seja usado para levar eleitores a Salvador, por exemplo. O carro deve ser usado para levar o vereador a Salvador ou qualquer outro local no exercício da função”, disse.  
 
E continuou: “Então, fiquei surpreso, até porque as pessoas que chegam aqui na Casa parabenizam a nossa administração, a exemplo de Uziel Bueno, profissional da imprensa da Band, a nível estadual, assim como outros jornalistas e radialistas feirenses que elogiam a nossa administração. Nós trabalhamos com rigor e sinceridade com os vereadores. Eu vou sair da Casa porque combato o prefeito corrupto? Vou sair da Casa porque busco economizar o dinheiro da Câmara?”, indagou. 
 
Fernando Torres agradeceu ainda ao vereador Silvio Dias (PT) pelo pedido feito no começo do mandato, para que não houvesse o aumento dos salários dos vereadores, pedido este que logo a Mesa Diretora acatou e começou a valer. “Agradeço também a todos que votaram a favor na época. Claro que a nossa administração não seria boa se não fosse o apoio dos 10 vereadores mais os que integram a oposição, porque é difícil administrar com pessoas que só pensam em si”, frisou. 
 
O presidente da Casa Legislativa lembrou que recentemente, no dia 24 de agosto, anunciou o aumento gradativo de 50% no salário dos servidores efetivos da Câmara, como uma das ações de economia dos valores da Casa. “Quando dei este aumento real, que entrará em votação em breve, houve vereador aqui que foi contra e me perguntou: “e o meu?”. Sairei, sim, da Presidência, quando encerrar o meu mandato; quando eu já tiver contribuído com a Câmara de Feira. Continuarei trabalhando da mesma forma, com rigor e tratando o dinheiro público com honestidade”, declarou.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.