Segunda, 21 de Junho de 2021 17:17
75 9 9842 0146
Feira de Santana Pandemia

Covid-19: Feira de Santana tem 25,8% da população vacinada com a 1ª dose

Imunização é superior as esferas estadual (20%) e nacional (22%)

09/06/2021 11h18
21
Por: Gabriel Dallas Fonte: PMFS
Covid-19: Feira de Santana tem 25,8% da população vacinada com a 1ª dose

No Dia Nacional da Imunização, o prefeito Colbert Filho aproveitou para conscientizar a comunidade sobre a importância de manter as principais vacinas em dia, especialmente contra a Covid-19.

Porém, na coletiva, o gestor chamou a atenção para as 452 pessoas diagnosticadas com coronavírus nas últimas 24 horas, ultrapassando mais de 6 mil casos com a doença ativa. “É tomando a vacina que poderemos diminuir a probabilidade de contrair doenças”, orienta o prefeito.

A Prefeitura de Feira, conforme dados do Ministério da Saúde, já aplicou 160.544 primeiras doses de vacina contra a Covid-19 (25,8% da população), e mais 64.876 receberam a segunda, representando 10,5% de feirenses imunizados.

Casos graves

O diretor do Hospital Municipal de Campanha, Francisco Mota, alerta para o crescimento do número de casos graves da doença. No momento, todos os leitos de UTI estão com pacientes, superando a marca do mesmo período em 2020. Dos 44 leitos clínicos, apenas um encontra-se desocupado. “A faixa etária de pacientes internados tem diminuído. Hoje, 45% destes possuem entre 50 e 59 anos e, até, paciente intubado com apenas 20 anos”, afirma.

Somente em junho ocorreram 29 óbitos. O recorde, desde o início da pandemia, foi no mês passado com 100 mortes.

Grupos prioritários

O secretário municipal de Saúde (SMS), Marcelo Britto, reforçou a convocação às pessoas que integram grupos prioritários para se vacinar até o dia 15. Após esta data será respeitado o cronograma por critério de nascimento.

“A meta é reduzir de forma mais intensa a faixa etária a ser vacinada, podendo diminuir um, dois ou três anos por dia, dependendo da quantidade de vacinas que o município receba”.

Melissa Falcão, médica infectologista e coordenadora do Comitê de Combate ao Coronavírus, adverte sobre os cuidados mesmo após a vacinação, como uso de máscaras, higienização e distanciamento social.

"Uma pessoa vacinada com as duas doses pode contrair o vírus, ficar assintomática e transmitir o vírus. Porém, não significa que a vacina não funcione”, afirma.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.