Quarta, 24 de Fevereiro de 2021 14:23
75 9 9842 0146
Saúde BELEZA

Especialista destaca que procedimento com Botox não apresenta restrições ao sol​

O uso do botox é indicado para as pessoas que apresentam expressões faciais muito ativas

22/01/2021 14h30
19
Por: bocadeforno Fonte: Redação
Especialista destaca que procedimento com Botox não apresenta restrições ao sol​

Verão, praia, calor. Nesta época do ano muitos procedimentos estéticos precisam ser avaliados e até evitados, pois o sol não é um bom aliado, porém o uso da toxina botulínica, amplamente conhecida como botox, está liberado durante a estação mais quente do ano. Uma boa notícia para quem busca este tratamento.

A dentista especialista em harmonização facial, Juliana Camilo, que atende em Feira de Santana e Salvador, explica que o procedimento não apresenta restrições com relação ao sol e que é necessário apenas seguir os cuidados indicados após a aplicação, que estão relacionados com a hidratação da pele com o uso de protetor solar por aplicação e uma boa suplementação alimentar.

“Não existe contraindicação no período do verão. O botox está contraindicado apenas para pacientes com doença autoimune descompensadas, grávidas e lactantes”, frisou.

De acordo com a especialista, o uso do botox é indicado para as pessoas que apresentam expressões faciais muito ativas e as áreas mais comuns para aplicação da toxina são testa, glabela (rugas entre as sobrancelhas), região dos olhos e nariz.

Juliana Camilo destaca ainda que os resultados da aplicação do botox são observados a partir do 5 dia, e o resultado final com 15 dias. Ela afirma que a aplicação é feita com anestesia tópica, para maior conforto do paciente, sendo assim o desconforto é mínimo.

Com a popularização desse tratamento, a dentista destaca ainda a importância de procurar um profissional capacitado para a aplicação do botox para se obter um resultado mais eficaz e duradouro, já que, segundo ela, a dose em cada região precisa ser calculada da maneira correta.

“O planejamento dos músculos a serem tratados deve ser minucioso, pois pelo fato de serem muito próximos uns dos outros, pode ter complicações, como a ptose de pálpebra (queda da pálpebra), a mais temida”, afirma Juliana Camilo.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.