Sábado, 18 de Maio de 2024 17:45
75 9 9702 9169
Feira de Santana Transporte público

Deficientes visuais ganham aplicativo por comando de voz e assistente virtual nos ônibus urbanos

Cittamobi permite a independência no deslocamento de usuários com cegueira, baixa visão ou mobilidade reduzida.

13/05/2024 08h01
Por: Karoliny Dias Fonte: SECOM / FSA
Foto: Andrews Pedra Branca
Foto: Andrews Pedra Branca

Os passageiros com deficiência visual que utilizam o transporte público em Feira de Santana passam a contar com uma solução tecnológica que facilita o deslocamento no dia a dia, o "Cittamobi Acessibilidade". Desenvolvido pela Cittamobi, maior aplicativo de mobilidade do país foi apresentado pelo prefeito Colbert Filho e encontra-se disponível aos feirenses.

A ferramenta inovadora gratuita oferece diversas funcionalidades por meio de recursos de comando de voz e som - chamado VoiceOver - para melhor orientação do passageiro com cegueira, baixa visão ou mobilidade reduzida.

O Cittamobi permite a previsão em tempo real e aviso de chegada ao ponto de destino, ambientação do usuário ao longo do trajeto, roteirizador e a possibilidade de criar pontos de referências personalizados. Todas as funções são ativadas por comandos de voz e possuem suporte de assistente virtual.

"Essa tecnologia facilita o deslocamento e de forma mais segura. Queremos preservar vidas na mobilidade, seja na travessia por uma faixa de segurança, num passeio, em ciclovias ou até descendo de um ônibus", pontua o prefeito.

O app foi idealizado por Luiz Eduardo Porto que é cego e parceiro da empresa Cittamobi. A ferramenta está presente em mais de 300 municípios brasileiros. 

"Conseguimos incluir pessoas com deficiência e mobilidade reduzida exercendo o direito à cidadania. Tudo em prol da melhoria da qualidade de vida delas", afirma o engenheiro de software que veio ao município participar da apresentação do app no Museu Parque do Saber, na última quarta (8).

Há alertas de quais ônibus estão próximos à parada selecionada, aviso de chegada ao ponto de destino escolhido, sinalização do momento exato em que o passageiro deve descer do ônibus e informes sobre quais locais o veículo está passando ao longo do trajeto.

Também, por comando de voz, há possibilidade de programar locais de preferência, como o endereço de casa ou do trabalho, criar rotas específicas e salvar off-line o caminho de volta em caso de falha do sinal de internet. 

"Esse aplicativo é eficiente e facilita, de fato, a vida do deficiente visual. É simples, acessível, prático e fácil de usar. Uma ferramenta que chegou pra somar com soluções na palma da mão com apenas um clique", ressalta Sérgio Carneiro, secretário de Mobilidade Urbana.

Entre outras funcionalidades complementares estão alertas sobre ruas e cruzamentos, viagem com alerta de momento de embarque e desembarque, e a locomoção em espaços abertos que permite memorizar obstáculos ao longo do percurso em que a pessoa passa com frequência.

"O objetivo do prefeito Colbert Filho é promover melhoria na gestão da mobilidade dos deficientes visuais para que se locomovam com autonomia e facilite a rotina deles entregando a melhor experiência de deslocamento na cidade", acrescenta o titular da Semob.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.